Comércio deve voltar suas atividades em 11 de maio de acordo com o Governador do Estado

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (22), o governador detalhou o plano de reabertura de estabelecimentos no estado a partir do dia 11 de maio, após o fim oficial da querentena decretada para prevenir a proliferação do novo coronavírus.  

O retorno das atividades será feito de forma heterogênea, com base no cenário e nos índices locais de cada região durante a pandemia do coronavírus. Doria ressaltou, entretanto, que trata-se do início da flexibilização da quarentena.

 “Teremos o Plano São Paulo, flexível, com base da ciência”, declarou. “Vamos levar em conta situações locais e regionais e setores que possam retomar a economia com as devidas medidas de proteção”.

Para que reabertura gradual da economia ocorra, os municípios serão segmentados por níveis de risco, com o objetivo de facilitar o monitoramento da pandemia na região. Além disso, será levado em conta número de leitos disponíveis nos municípios, bem como a implantação de protocolos gerais e específicos para cada ambiente de trabalho. 

Doria também ressaltou a taxa média de 57% de isolamento registrada na terça-feira, feriado de Tiradentes. “Agradeço à população. 57% é um número bastante razoável. Nós buscamos estar acima do índice de 60%, o que ocorreu em algumas cidades”, disse.

 

 

Informações CNN