Salário dos vereadores é mantido após rejeição do projeto

A Câmara de Vereadores de Avaré votou na noite de ontem o projeto de redução do salário dos vereadores e vice-prefeito da cidade. A proposta foi rejeitada por 7 votos a 5 o que mantém o salário dos vereadores em 6.600 reais.

De acordo com as emendas propostas no projeto pelo vereador Toninho da Lorsa, os salários dos vereadores e presidente da Câmara seriam reduzidos em 50%. Além disso, outra emenda proposta pela vereadora Adalgisa Ward que reduzia os subsídios dos parlamentares para 1.500 e do presidente para 3.000 também foi rejeitada por 9 votos a 3.

De acordo com o Tribunal de Contas, o gasto anual da Câmara municipal é de mais de 1 milhão de reais e com a rejeição do projeto o valor se mantém.

Em relação ao salário do vice-prefeito, foi aprovado a redução de 7.200 para 3.800, mediante desempate do Presidente do Legislativo.