Ela já é conhecida como a maior rede profissional do mundo e está presente cada vez mais nas atividades desenvolvidas por recrutadores e empresas. Criada em 2003 a rede LinkedIn é considerada uma rede social, porém, a única diferença é que o foco é direcionado para a área profissional.

Através de uma ferramenta de busca muito potente, o LinkedIn está cada vez mais ganhando espaço no meio digital e diariamente são publicadas milhares de vagas que as pessoas podem se candidatar de acordo com suas habilidades e competências.

O LinkedIn é uma rede que une contato profissional com o mundo todo (amigos e desconhecidos), possibilidade de marketing pessoal, facilita a busca por empresas, além de ser como um currículo digital que engloba experiências profissionais, habilidades e qualificações.

Em entrevista para o jornalismo da rádio Paulista FM, o publicitário e professor de LinkedIn, Kedman Elliaquim explicou sobre como a rede funciona e o que é necessário para aumentar a chance de ser notado por empresas e recrutadores.

O que as pessoas precisam saber antes de criar um perfil?

O principal é que o LinkedIn não é um banco de dados de currículo, é uma rede social e seu objetivo vai muito além da questão da empregabilidade, a gente deve considerar também o contexto de marca empregadora que as empresas criam lá dentro, por meio de seus colaboradores e a própria oportunidade de negócios diversos por meio das atividades de construção de relacionamentos.

Como e por que o LinkedIn está ganhando cada vez mais espaço no meio digital?

Acredito que existem três movimentos que ganham força neste cenário:

1 ° A quantidade de pessoas procurando uma oportunidade

2 ° As pessoas começaram a perceber que o uso das redes sociais para as atividades de vendas é um potencial muito grande.

3 ° As marcas começam a querer mostrar que elas são construídas por pessoas, então a gente vê um grande movimento com marcas como McDonald´s, IBM e tantas outras, com seus executivos usando a rede social para fortalecer a marca e suas ações, atraindo então os talentos.

Qual a importância da rede diante do atual cenário de desemprego que o país vive?

São 12,7 milhões de desempregados no Brasil, é um número muito alto e a gente não pode considerar uma rede social como a salvação, mesmo ela sendo uma grande aliada, há muito o que fazer fora dela.

Como o LinkedIn contribui para carreira profissional?

Lá é o seu espaço, você constrói a sua reputação por meio de suas ações e estas ações podem ser comunicadas neste canal. O LinkedIn me ajudou e me ajuda diariamente a alcançar meus objetivos, por meio dele eu já fui convidado para palestras, oportunidades de emprego etc.

Qual a importância da rede diante do atual cenário de desemprego que o país vive?

São 12,7 milhões de desempregados no Brasil, é um número muito alto e a gente não pode considerar uma rede social como a salvação, mesmo ela sendo uma grande aliada, há muito o que fazer fora dela.

Você pode sugerir dicas para quem está pensando em criar um perfil voltado para busca de emprego?

Tenha um perfil bem preenchido, dedique um momento para a foto do perfil e interaja com contribuições importantes. As pessoas investem em média 405 minutos por mês no Facebook, já no LinkedIn a média é 21 minutos. Se a gente quer resultados no LinkedIn, é necessário haver uma mudança.

Agora que você já sabe como funciona e a contribuição do LinkedIn para sua atuação profissional é só se cadastrar.